Momento clichê.

9 05 2010

Estou com o editor aberto há cerca de 40 minutos, e ainda não encontrei uma forma de abordar o Dia das Mães sem passar pelos lugares-comuns associados à data. Já escrevi e apaguei vários parágrafos. Já fui beber uma água, Já fiquei parada olhando para o espaço em branco.

Não dá.

Já pensei em colocar a clássica letra Mãezinha Querida. Já vasculhei os textos de Vinicius de Moraes, Fernando Pessoa, qualquer poeminha que coubesse. Só não queria Roberto Carlos. Nada.

Foi então que decidi mudar o alvo. Sim. Ao invés de palavras para ela, palavras que eu sei que viriam dela. Para mim. Assim talvez ela descubra que eu a entendo, mais do que ela imagina. Não precisa esperar aquele tão proferido “um dia você vai ter filhos também…”


Eu sei, foto repetida. Mas eu gosto muito dela, e tenho certeza que a Delmamis também gosta.

Menininha do meu coração
Eu só quero você
A três palmos do chão
Menininha, não cresça mais não
Fique pequenininha na minha canção
Senhorinha levada
Batendo palminha
Fingindo assustada
Do bicho-papão

Menininha, que graça é você
Uma coisinha assim
Começando a viver
Fique assim, meu amor
Sem crescer
Porque o mundo é ruim, é ruim
E você vai sofrer de repente
Uma desilusão
Porque a vida é somente
Teu bicho-papão

Fique assim, fique assim
Sempre assim
E se lembre de mim
Pelas coisas que eu dei
E também não se esqueça de mim
Quando você souber enfim
De tudo o que eu amei

[Confiram a Valsa para uma menininha, de Vinicius e Toquinho]

PS: Esse texto é especial para minha Delmãe, mas a homenagem se estende às minhas outras duas mães brancas, Cláudia Schneider e Alice Brandão; à minha futura sogra amadíssima Ana Maria Azevedo; à minha madrinha Fátima Silva; às minhas tias Auristela, Azolina e Ester Ribeiro; Marly Penha, Ana Lúcia e Inalda Jardim; às primas-mães Danielle e Déborah Jardim e Fernanda Alfaia; à vó Ana Júlia, tia Telma Bruno, tia Socorro Jardim, prima Geyzianne; às mães amigas D. Nazaré e Regina Marques, Regilda, Lúcia Coqueiro, Vanda Souto, Luzia Teixeira, Diná, Graça Dinelli, Conceição Medeiros, Izabel Azevedo, Helena Pereira, Célia Ribeiro, Helô, Socorro Dias, Renata e Dalva Bruno, Adriana, Paula Fortinho, Susanna Negrão, Viviane Freitas, Layne, Renata Nascimento, Vanessa Regina, Raisa Covre, Karina Gaya, Priscilla Ramos, Anelisa, Flav @DonaFarta, Line Sena, Déia, Lee… meninas, a ordem de aparição é absolutamente aleatória, e se eu esqueci de colocar seu nome, perdoe a cabecinha avoada, mas sinta-se homenageada da mesma forma!

PS2: a letra da música vai ficar cor-de-rosa mesmo, porque minha mãe vai achar lindo combinar com o vestido da foto.





Delmãe

26 12 2009

Eu tinha acabado de defender o TCC. Ela filmou tudo, e estava lá pro meu primeiro abraço.

Hoje é o aniversário da minha mãe. Não vou dizer a idade porque ela não aprovaria. Mas garanto a vocês que, muitos ou poucos, foram bem vividos. Minha mãe é uma guerreira, com suas fortalezas e fraquezas, dedicação e frustrações, acertos e erros.

Ela é a pessoa mais irritante que conheço [embora o namorado esteja se empenhando em roubar o posto =) ], e também a que, de longe, eu mais amo e admiro.

Eu sei que não sou 1/3 da filha que ela merecia, mas eu juro que me esforço pra fazê-la feliz, dentro das minhas limitações.

Delmãe, parabéns por mais um ano de lutas, mais um ano de vida tão cheio de obstáculos a superar e medos a vencer, mais um ano que viveste tão lindamente. Te amo, tá?

ps: eu JAMAIS te darei um presente só, valendo pelo Natal e aniversário.





Mamãe e o orkut

3 12 2009

- Olha, mãe, a Hilana me marcou de novo na foto do Ton, eu nunca apareço nas fotos de aniversário dela, rsrsrs!

- Ah, eu nunca aprendi a usar essa marcação de foto aí, eu…

- Mãe, é aqui, você vem…

- … tentei marcar uma vez, mas só consegui marcar quem já está no orkut!

- ?!

Olha como a minha mãe é fofaaa!

(ela fica reclamando quando eu me espoco desses foras dela. mas quando eu falava “tivilador”, “tevelisão”, e “ontem antes” ela morria de rir também…)








%d blogueiros gostam disto: