Gaveta de meias, sim senhor!

Uma ideia que vem se espalhando pelos blogs de design, decoração e móveis. Uma ideia vendida como peça infantil, mas que pode muito bem ser usada em um quarto adulto, se houver espaço para aquele toque de ludicidade e descontração. Eis uma cômoda que eu chamaria de “literal”!

Cada coisa na sua gaveta!

A criação de Peter Bristol ganhou o nome de Training Dresser, e é confeccionada em ULDF.  Pra quem não sabe, MDF significa Medium Density Fibreboard, algo como fibra de média densidade, e ULDF é Ultra Low, ou “muito baixa densidade”. (sim, isso me tomou um tempinho de pesquisa no Sr. Google)

Também tem a versão para as meninas, olha!

Agora vou dizer pra vocês, que eu teria uma vontade louca de sair pintando ou adesivando essa cômoda. O apelo é forte, vocês hão de convir! Crianças com canetinhas coloridas, giz de cera, tinta, todas ao redor do móvel “pintando o sete”, não é uma cena tocante?

Vi em vários blogs, e pra ver de onde tirei as fotos, clique nelas!

Anúncios

Moody Couch: finalmente um sofá com cara de conforto!

Pra quebrar a série dos “semioticamente paradoxais”, aqui vai um sofá com a maior cara de conforto, daqueles que a gente olha e já solta um bocejinho gostoso: Moody Couch.

Me diz se não dá vontade de ficar abrigadinho ali dentro, namorando, lendo um livro ou simplesmente morgando?

A designer Hanna Emelie Ernsting ganhou até prêmio no imm cologne 2011, competição para jovens designers. A peça inclui o sofá, que conta com madeira na sua estrutura; e uma capa gigantesca, que pode ser “moldada” de acordo com o humor do usuário.

Eu só quero dizer que estou desejando intensamente um desses na minha sala, e quem conhece meu home office sabe por quê =)

Eu vi no FurnitureFashion.