Quatro Versus Cadáver

[tweetmeme source=”interpretante”]

San Francisco – Califórnia, 1944. Um corpo é encontrado numa biblioteca e é contemplado por quatro suspeitos. Um deles é o culpado… Mas quem? Qual arma utilizou? Quais os motivos sórdidos, que o levaram a cometer este assassinato?”

Uma tragicomédia na qual quatro premiados e renomados escritores paraenses resolvem um único crime.

Com roteiro de Carlos Correia Santos, Edyr Augusto Proença, Rodrigo Barata e Saulo Sisnando [que também dirige e atua], a peça Quatro Versus Cadáver reúne quatro narrativas sobre um mesmo crime, cada qual com a cara de seu autor, e sendo a última aquela que vai alinhavar as histórias anteriores.

A mulher de vermelho

Nunca fui muito fã de teatro. Digo, de peças. Sempre frequentei teatros para ver óperas [preferencialmente bufas] e recitais, mas conto nos dedos de uma mão as peças teatrais que assisti. Quatro Versus Cadáver me faz repensar todos os conceitos que eu tinha sobre o teatro.

Srta. Blackcarpetgrave e Mr. Paddington

Além disso, foi minha estréia fotografando uma peça, e que estréia linda eu tive! Iluminação, cenário, expressões corporais, caras e bocas… material farto pra fotógrafo nenhum botar defeito! Adorei a experiência, e espero poder repetir em breve. Pena que Quatro Versus Cadáver está se despedindo dos palcos…